O { quilt } que mudou as coisas


Ano passado, no meio da correria do casamento, recebi um pedido de encomenda de uma amiga de infância muito querida: um kit para bebê com baby quilt + Lunch Pad + almofada. Ela queria presentear uma amiga grávida que estava prestes a dar à luz uma menininha, a Helena.

Achei fantástico, um presentão mesmo, ia adorar fazer tudo isso com muita cor, muita estampa, muito alegre e com a cara da Dona Linha. Mas aí ela me fez duas simples exigências: tinha que ter cavalinhos nas peças e tinha que ser tudo bem branquinho, já que a mamãe da Helena ama cavalos e montou um quartinho todo clarinho para ela.

Branquinho-tipo-sem-colorido? Como assim? Não dá, vou surtar, preciso de um amarelo-ovo ou de um rosa-pink no meio da composição, senão não consigo! Murchei mesmo. E adiei essa encomenda o quanto pude, em parte por conta do corre-corre de fim de ano, e em parte porque eu não conseguia visualizar um produto Dona Linha sem cores fortes. Colorido é minha cara,né? Fiquei meio perdida.

E, como amiga perdoa tudo (beijo Carol!), confesso que só esse ano verdadeiramente parei para executar a encomenda. Me enchi de coragem para trabalhar dias a fio com tecidos neutros e mergulhei de cabeça nas peças da Helena. Comecei pelo baby quilt, a peça maior.

E paguei a língua. Mesmo.

Fiz uma combinação bem clarinha de tecidos, usei o tecido de cavalinhos escolhido com carinho e arrematei com aquele acabamento caprichado que só quem já é cliente Dona Linha conhece. O resultado? Meu coração está apertado só de pensar em me separar do baby quilt da Helena ♥ 

Ficou fofo, ficou elegante, ficou delicado, ficou exatamente com a minha amiga havia pedido. Eu não poderia estar mais feliz :D






E aí bateu uma dúvida: e o colorido da Dona Linha? Como fica? Porque muita gente já veio me dizer que reconhece uma peça minha mesmo sem olhar a etiqueta, por conta das combinações de cores que eu faço. Fiquei meio preocupada de sair um produto tão neutrinho (mas, ao mesmo tempo, tão lindo!) do ateliê. Até que, de repente, a verdade caiu no meu colo, como se uma voz lá do céu soprasse no meu ouvido: o legal dos produtos Dona Linha não são as cores, mas a alegria que cada peça carrega. E o quilt da Helena, mesmo sendo tão clarinho, é daquelas peças que fazem a gente soltar um sorriso gostoso, tipo risada de bebê. Felicidade purinha ♥

E você? Gosta mais de colorido ou de neutrinho? O que achou do baby quilt da Helena?

2 comentários:

  1. Ficou lindíssima!! De uma elegância sem igual!
    Gosto de quiltes coloridos e neutrinhos, tudo depende dos tecidos escolhidos, tu escolheu muito bem os tecidos desse baby quilt.
    Grande beijo, Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lu! Tô me achando com esse monte de elogio vindo de uma arteira de mão cheia como você ♥ Beijoca!

      Excluir